Principais indicadores apresentam queda no primeiro semestre

Karina Nascimento
23/07/2019 12:35h

Seguindo a tendência dos últimos seis meses, os crimes contra a vida apresentaram queda no estado em junho e no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e junho de 2019, o homicídio doloso registrou queda de 23% quando comparado com o mesmo período do ano passado – foram 608 homicídios a menos nos primeiros seis meses do Governo. O mesmo aconteceu com o indicador estratégico letalidade violenta (homicídio doloso, roubo seguido de morte, lesão corporal seguida de morte e morte por intervenção de agente do Estado): redução de 15% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2018 (541 mortes a menos). Os roubos seguidos de morte (latrocínio) também caíram este semestre quando comparamos com o primeiro semestre do ano passado: diminuição de 34% no número de vítimas, ou menos 35 mortes. As mortes por intervenção de agente do Estado aumentaram 15% entre janeiro e junho deste ano em relação ao mesmo período do ano passado.

No primeiro semestre de 2019, as mortes de policiais civis e militares em serviço e em folga reduziram 54% se comparado com os mesmos meses de 2018. Nesse período, 31 policiais civis e militares perderam suas vidas no estado, enquanto que em 2018 foram 67.

Até junho, as polícias Civil e Militar apreenderam 4.368 armas de fogo, ou seja, foram retiradas das ruas do estado em média 24 armas por dia. No mesmo período foram apreendidos 280 fuzis – 18% a mais do que nos primeiros seis meses de 2018.

Os crimes contra o patrimônio também atingiram resultados relevantes no primeiro semestre de 2019. Entre janeiro e junho os roubos de veículos registraram queda de 24% em relação ao mesmo período do ano passado – sendo que em junho esse indicador registrou o menor número desde agosto de 2016, 3.116. No primeiro semestre, foram menos 6.853 veículos roubados no estado. Os roubos de carga apresentaram diminuição de 21% no primeiro semestre, e, no mês de junho, o indicador registrou o menor número do ano, 599 – foram menos 1.037 cargas roubadas no estado em seis meses.

Os roubos de rua (roubo a transeunte, roubo em coletivo e roubo de aparelho celular), reduziram 2% no acumulado do ano quando comparado com o mesmo período do ano passado. O indicador também apresentou resultados expressivos no mês de junho quando comparado com o mesmo mês de 2018: redução de 16%, ou menos 1.762 roubos. Cabe ressaltar que o indicador registrou em junho (9.566) o menor número desde dezembro de 2017 (9.522).

 Comparação semestral por AISP

Na comparação entre o primeiro semestre de 2019 com o mesmo período de 2018, duas Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) da Zona Norte da Capital se destacaram: AISP 16 (Olaria e adjacências) apresentou a maior queda em roubo de carga e a AISP 41 (Pavuna e adjacências) teve a maior redução nos roubos de veículos.

 Na Baixada Fluminense, duas regiões também apresentaram quedas importantes: a AISP 21 (São João de Meriti) registrou a maior diminuição nas mortes por intervenção de agente do Estado e a AISP 24 (Queimados e adjacências) apresentou a maior redução nos homicídios dolosos. As cidades de Niterói e Maricá (AISP 12) tiveram a maior queda nos roubos de rua.

Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública são referentes aos Registros de Ocorrência (ROs) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de junho.





Assessoria de Imprensa do Instituto de Segurança Pública – ISP
Karina Nascimento - Tel: 2332-9690/ 98596-5264
e-mail: knascimento.isp@gmail.com / imprensaisp@gmail.com
www.isp.rj.gov.br

Visitantes: 517416
INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA: Avenida Presidente Vargas, nº 817 - 16º andar - Centro CEP: 20.071-004 - Rio de Janeiro/RJ
Chefia de Gabinete - 2332-9709 / Comunicação Social 2332-9690 / Conselhos Comunitários de Segurança - CCS - 2332-9648 / 9693
Horário de Funcionamento do Protocolo: 09:00 às 17:00 horas
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados