Crimes contra o patrimônio continuam em queda no estado

Karina Nascimento
14/08/2018 15:35h

Em julho, os crimes contra o patrimônio mantiveram a tendência de queda registrada nos últimos meses.

Em julho de 2018, em comparação com o mesmo período do ano passado, observamos que os crimes contra o patrimônio - conforme registrado nos últimos meses - continuam em tendência de queda. Pelo quarto mês consecutivo em queda, o indicador estratégico de roubo de veículos registrou redução de 29% no estado em julho. Essa foi a primeira vez desde setembro de 2016 que o crime ficou em torno de 3.500 roubos. Quando comparamos com o mês anterior (junho), a queda é de 12%. Já na comparação trimestral (maio, junho e julho), a queda em relação ao mesmo período do ano passado foi de 15%. É importante destacar que, na comparação por trimestre, a Área Integrada de Segurança Pública 09 (Madureira e adjacências) registrou a maior queda de roubo de veículo – a região também apresentou quedas em roubo de rua (roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo), homicídio doloso e roubo de carga.

O roubo de carga foi outro crime contra o patrimônio que também registrou queda. Em julho deste ano foram contabilizados 731 roubos de carga (queda de 19% em relação ao mesmo mês do ano passado), o menor número desde setembro de 2017. Na comparação trimestral - em relação aos mesmos três meses do ano passado - a queda foi de 28%. O roubo de rua também caiu: 12% em relação a julho do ano passado e 11% na comparação trimestral.

Em relação aos crimes contra a vida, o latrocínio (roubo seguido de morte) registrou nove vítimas em julho deste ano (o menor número desde novembro de 2015). A queda foi de 14 vítimas em relação ao mesmo mês do ano passado, quando observamos a comparação trimestral, a queda foi de 46% em relação ao mesmo período de 2017. Já os homicídios dolosos apresentaram aumento de 9% em relação a julho do ano passado e de 1% em relação ao trimestre - em relação aos três meses anteriores de 2018 (fevereiro, março e abril), houve queda de 16%. Os homicídios decorrentes de intervenção policial registraram, em julho deste ano, um aumento de 105% em relação ao mesmo período do ano passado, em relação a junho de 2018, a queda foi de 17%.

Os dados divulgados pelo ISP são referentes aos Registros de Ocorrência (RO) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de julho.


Assessoria de Imprensa do Instituto de Segurança Pública – ISP
Karina Nascimento - Tel: 2332-9690/ 98596-5264
e-mail: knascimento.isp@gmail.com / imprensaisp@gmail.com
www.isp.rj.gov.br

Visitantes: 517416
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados