ISP divulga dados do mês de abril de 2017

Karina Nascimento
19/05/2017 16:36h

Em abril de 2017 foram registradas 430 vítimas de homicídio doloso no estado do Rio de Janeiro, indicando uma redução de 45 vítimas, ou 9,5%, quando comparado com o mesmo período de 2016. Em relação ao mês de março de 2017, foram 67 vítimas a menos. O indicador Letalidade Violenta (homicídio doloso, lesão corporal seguida de morte, latrocínio e homicídio decorrente de oposição à intervenção policial) apresentou redução de 6,2%, comparado com abril de 2016.

As Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) 02 (Catete, Cosme Velho, Flamengo, Glória, Laranjeiras, Botafogo, Humaitá e Urca), 04 (Catumbi, Cidade Nova, Estácio, Rio Comprido, Centro (parte), Caju, Mangueira, São Cristóvão, Vasco da Gama, Maracanã, Tijuca (parte) e Praça da Bandeira) e 38 (Paraíba do Sul, Comendador Levy Gasparian, Areal, Três Rios e Sapucaia) não apresentaram nenhum homicídio doloso em abril.

Já as AISP que apresentaram maior queda de vítimas de homicídio no mês de abril de 2017, em comparação com o mês de abril de 2016, foram: AISP 08 (Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana, São Fidélis e São João da Barra), 24 (Seropédica, Itaguaí, Paracambi, Queimados e Japeri), 32 (Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Macaé, Rio das Ostras, Quissamã e Carapebus), 21 (São João de Meriti) e a 7 (São Gonçalo) com, respectivamente, 16, 13, 12, 12 e 11 vítimas a menos.

  

O ISP divulga hoje as incidências Criminais e Administrativas de Segurança do Estado do Rio de Janeiro referentes ao mês de abril de 2017. Os dados são referentes aos Registros de Ocorrência (RO) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês. Cabe ressaltar que, devido à paralisação de algumas atividades da Polícia Civil, finalizada em 07 de abril, houve uma atípica subnotificação de determinados delitos nos primeiros meses do ano. Uma parte dos registros on-line que foram efetuados nesse período começou a ingressar no sistema da Polícia Civil no mês de março, passando a fazer parte das estatísticas do delito nos meses de março e abril. Os dados divulgados pelo ISP correspondem à data da comunicação do fato. Os títulos de Letalidade Violenta (Homicídio Doloso, Latrocínio, Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial e Lesão Corporal Seguida de Morte) e Roubo de Veículo não foram afetados, pois os registros desses delitos continuaram a ser feitos nas delegacias.

Para ter acesso aos índices oficiais do estado,clique aqui.

Para acessar o resumo de indicadores com mais informações sobre as áreas do estado, clique aqui

Resumo de alguns indicadores (abril de 2017):

• Homicídio Doloso – Redução de 9,5% em relação a abril de 2016 (475 em 2016 – 430 em 2017).
• Letalidade Violenta (Homicídio Doloso, Latrocínio, Lesão Corporal Seguida de Morte e Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial) – Redução de 6,2% em relação a abril de 2016 (569 em 2016 – 534 em 2017).
• Policiais Civis e Militares Mortos em Serviço – Aumento de três vítimas em relação a abril de 2016 (4 em 2016 – 7 em 2017).
• Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial – Aumento de 3,8% em relação a abril de 2016 (78 em 2016 – 81 em 2017).
• Roubo a Transeunte - Aumento de 26,2% em relação a abril de 2016 (6.774 em 2016 – 8.551 em 2017).
• Roubo de Veículo - Aumento de 50,1% em relação a abril de 2016 (3.259 em 2016 – 4.891 em 2017).

Indicadores de produtividade policial (abril de 2017):

• Recuperação de Veículo – Aumento de 45,5% em relação a abril de 2016 (2.392 em 2016 – 3.481 em 2017).
• Armas Apreendidas – Redução de 5,1% em relação a abril de 2016 (786 em 2016 – 746 em 2017), sendo 20 fuzis.
• Prisões (Guia de Recolhimento de Preso) – Aumento de 2,7% em relação a abril de 2016 (3.357 em 2016 – 3.447 em 2017).
• Prisões (Auto de Prisão em Flagrante e Cumprimento de Mandado) – Redução de 1,5% em relação a abril de 2016 (4.282 em 2016 – 4.219 em 2017).
• Apreensões de Adolescentes (Guia de Apreensão de Adolescente Infrator) – Redução de 18% em relação a abril de 2016 (851 em 2016 – 698 em 2017).
• Apreensões de Adolescentes (Apreensão de Adolescente por Prática de Ato Infracional e Cumprimento de Busca) – Redução de 18,1% em relação a abril de 2016 (904 em 2016 – 740 em 2017).

Assessoria de Imprensa do Instituto de Segurança Pública – ISP
Karina Nascimento - Tel: 2332-9690/ 98596-5264
e-mail: knascimento.isp@gmail.com / imprensaisp@gmail.com
www.isp.rj.gov.br

Visitantes: 517416
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados