ISP divulga dados do mês de novembro

Karina Nascimento
22/12/2016 13:27h

Em novembro de 2016 foram registradas 461 vítimas de homicídio doloso no estado do Rio de Janeiro, representando um aumento de 121 vítimas, ou de 36,5%, em relação ao mesmo período do ano anterior. Em relação ao mês de outubro deste ano, quando foram registradas 462 vítimas, a redução foi de uma vítima, apresentando uma estabilidade em novembro em comparação com o mês anterior. Quando observamos o acumulado dos onze meses de 2016, foram registradas 4.572 vítimas, o que representa um aumento de 754 mortes, ou 19,7% a mais, em relação ao mesmo período de 2015.

Grande parte do aumento dos homicídios no acumulado do ano, quando comparado com o mesmo período de 2015, foi registrada em municípios da Baixada Fluminense e da Região Norte do estado, além de São Gonçalo. As Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) que registraram maiores aumentos foram a AISP 24 (Seropédica, Itaguaí, Paracambi, Queimados e Japeri), a AISP 08 (Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana, São Fidélis e São João da Barra), AISP 32 (Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Macaé, Rio das Ostras, Quissamã e Carapebus), a AISP 15 (Duque de Caxias) e a AISP 07 (São Gonçalo), com respectivamente, 117, 96, 62, 47 e 42 mortes a mais.

 
  

Já as AISP 27 (Paciência, Santa Cruz, Guaratiba, Pedra de Guaratiba e Sepetiba), AISP 04 (Catumbi, Cidade Nova, Estácio, Rio Comprido, Centro (parte), Caju, Mangueira, São Cristóvão, Vasco da Gama, Maracanã, Tijuca (parte) e Praça da Bandeira) e a AISP 09 (Campinho, Cascadura, Praça Seca, Quintino Bocaiúva, Vila Valqueire, Cavalcanti, Engenheiro Leal, Madureira, Turiaçu, Vaz Lobo, Bento Ribeiro, Marechal Hermes, Oswaldo Cruz, Coelho Neto, Colégio (parte), Honório Gurgel e Rocha Miranda), todas na capital, apresentaram maior redução de vítimas, com respectivamente 13, 11 e 6 mortes a menos.

A partir de novembro o Instituto de Segurança Pública (ISP) passa a divulgar, mensalmente, dados relativos à incidência de “Feminicídio” e “Tentativa de Feminicídio” por área de delegacia, cumprindo o determinado pela Lei 7.448 de 13 de outubro de 2016. As vítimas contabilizadas nesses títulos também constam nos títulos “Homicídio Doloso” e “Tentativa de Homicídio”, presentes nos dados oficiais divulgados mensalmente pelo ISP.

O ISP divulga hoje as incidências Criminais e Administrativas de Segurança do Estado do Rio de Janeiro referentes ao mês de novembro de 2016. Os dados são referentes aos Registros de Ocorrência (RO) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de novembro de 2016.

Para ter acesso aos índices oficiais do estado,clique aqui.

Para acessar o resumo de indicadores com mais informações sobre as áreas do estado, clique aqui

Resumo de alguns indicadores (janeiro a novembro de 2016):

• Homicídio Doloso – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve aumento de 19,7% (3.818 em 2015 – 4.572 em 2016).
• Letalidade Violenta (Homicídio Doloso, Latrocínio, Lesão Corporal Seguida de Morte, Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial) - No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve aumento de 23,2% (4.585 em 2015 – 5.647 em 2016).
• Policiais Civis e Militares Mortos em Serviço – Aumento de treze vítimas no acumulado de janeiro a novembro de 2016 (23 em 2015 – 36 em 2016).
• Homicídio Decorrente de Oposição à Intervenção Policial – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve aumento de 32,3% (616 em 2015 – 815 em 2016).
• Roubo de Veículo - No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve aumento de 34,5% (27.899 em 2015 – 37.515 em 2016).
• Feminicídio – No mês de novembro de 2016 foram registradas onze vítimas no estado.
• Tentativa de Feminicídio – No mês de novembro de 2016 foram registradas 22 vítimas no estado.

Indicadores de produtividade policial (janeiro a novembro de 2016):

• Armas Apreendidas – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve redução de 1,3% (8.293 em 2015 – 8.189 em 2016), sendo 328 fuzis.
• Prisões (Guia de Recolhimento de Preso) – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve redução de 4,7% (38.473 em 2015 – 36.659 em 2016).
• Prisões (Auto de Prisão em Flagrante e Cumprimento de Mandado) – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve redução de 8,4% (52.100 em 2015 – 47.733 em 2016).
• Apreensões de Adolescentes (Guia de Apreensão de Adolescente Infrator) – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve redução de 8,1% (9.564 em 2015 – 8.786 em 2016).
• Apreensões de Adolescentes (Apreensão de Adolescente por Prática de Ato Infracional e Cumprimento de Busca) – No acumulado de janeiro a novembro de 2016 houve redução de 0,8% (10.622 em 2015 – 10.534 em 2016).

Assessoria de Imprensa do Instituto de Segurança Pública – ISP
Karina Nascimento - Tel: 2332-9690/ 98596-5264
e-mail: knascimento.isp@gmail.com
www.isp.rj.gov.br

Visitantes: 517416
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados