Homicídio doloso tem o menor índice dos últimos 24 anos de toda série histórica

Karina Nascimento
14/07/2015 11:15h

Baixada Fluminense e Grande Niterói apresentaram queda de 27,5% e 31,0%, respectivamente, nos homicídios dolosos no primeiro semestre de 2015 em relação ao mesmo período do ano passado.

O Instituto de Segurança Pública divulga hoje as Incidências Criminais e Administrativas de Segurança do Estado do Rio de Janeiro referentes ao mês de junho de 2015 e também à atualização do primeiro trimestre de 2015 após o processo de avaliação dos Recursos por parte da Corregedoria Interna da Polícia Civil (COINPOL).

Em junho de 2015 foram registrados 272 homicídios dolosos no estado do Rio de Janeiro. O número é o menor índice de toda a série histórica desde que os dados começaram a ser disponibilizados pela Polícia Civil em 1991. Anteriormente, o melhor resultado registrado foi em agosto de 2012, com 294 mortes. A letalidade violenta (soma de homicídio doloso, latrocínio, homicídio decorrente de intervenção policial e lesão corporal seguida de morte) também apresentou, em junho de 2015, o menor número de toda a série histórica. Foram 334 casos no estado, 107 a menos do que no mesmo período do ano passado.


No acumulado de janeiro a junho de 2015 foram registrados 2.101 homicídios no estado do Rio de Janeiro, o que representa uma queda de 22,8% ou 622 mortes a menos do que no mesmo período do ano anterior. As reduções mais significativas no estado ocorreram na Baixada Fluminense (297 casos a menos em relação ao mesmo período do ano anterior) e no Interior (201 casos a menos).

Houve também uma redução expressiva nos registros de roubos a transeunte no mês de junho de 2015. Foram 4.446 roubos a transeunte no estado, o que representa 2.270 roubos a menos do que o mesmo período do ano anterior. No acumulado do ano (janeiro a junho) houve uma redução de 33,8% em relação ao mesmo período do ano passado.

Para ter acesso aos índices oficiais do estado referentes ao mês de junho de 2015, clique aqui.

Resumo de alguns indicadores (janeiro a junho):

• Homicídio Doloso - Redução de 22,9% (2.726 em 2014 – 2.101 em 2015).
• Letalidade Violenta (homicídio doloso + latrocínio + lesão corporal seguida de morte + homicídio decorrente de intervenção policial) - Redução de 18,2% (3.115 em 2014 – 2.548 em 2015).
• Roubo de Rua (transeunte + aparelho celular + coletivo) - Redução de 7,3% (47.668 em 2014 – 44.207 em 2015).
• Roubo a Transeunte - Redução de 33,8% (40.721 em 2014 – 35.019 em 2015).
• Roubo a Estabelecimento Comercial - Redução de 24,1% (4.410 em 2014 – 3.347 em 2015).
• Roubo de Veículo - Redução de 13,0% (17.960 em 2014 – 15.632 em 2015).
• Homicídio Decorrente de Intervenção Policial – Aumento de 21,3% (287 em 2014 – 348 em 2015).
• Estupro - Redução de 17,0 % (2.929 em 2014 – 2.432 em 2015).

Indicadores de produtividade do trabalho policial (janeiro a junho):

• Apreensões de drogas – Aumento de 9,1% (12.815 em 2014 – 13.982 em 2015).
• Armas Apreendidas – Aumento de 7,2% (4.375 em 2014 – 4.692 em 2015).
• Prisões (Guia de Recolhimento de Preso) – Aumento de 32,2% (16.131 em 2014 – 21.319 em 2015).
• Apreensões de adolescentes (Guia de Apreensão de Adolescente Infrator) – Aumento de 47,3% (3.607 em 2014 – 5.312 em 2015).


Assessoria de Imprensa do Instituto de Segurança Pública – ISP
Karina Nascimento - Tel: 2332-9690/ 98596-5264
e-mail: knascimento.isp@gmail.com
www.isp.rj.gov.br

Visitantes: 517416
INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA: Avenida Presidente Vargas, nº 817 - 16º andar - Centro CEP: 20.071-004 - Rio de Janeiro/RJ
Chefia de Gabinete - 2332-9709 / Comunicação Social 2332-9690 / Conselhos Comunitários de Segurança - CCS - 2332-9648 / 9693
Horário de Funcionamento do Protocolo: 09:00 às 17:00 horas
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados