Unidades de Policia Pacificadora

O Governo do Estado, dando continuidade a sua diretriz de uma política de democratização dos dados relacionados à segurança pública, está disponibilizando arquivos para download de dados, com enfoque específico nas áreas das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). Os dados de especial interesse para a segurança pública registrados nas áreas atendidas pela UPP são divulgados por meio de 38 títulos apresentados segundo a distribuição mensal das ocorrências em cada área.

A divulgação desses dados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) atende ao disposto no DECRETO Nº. 45.186 DE 17 DE MARÇO DE 2015 e, além disso, objetiva assegurar o máximo de transparência e o amplo acesso às informações relativas a registros efetuados em delegacias policiais.

Metodologia

As informações divulgadas têm como fonte o banco de dados dos registros de ocorrência das Delegacias de Polícia Civil do estado do Rio de Janeiro, disponibilizado ao Instituto de Segurança Pública por meio do Departamento Geral de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

No banco de dados das Delegacias de Polícia não existe um campo específico informando se um delito ou fato administrativo aconteceu em área de UPP. Sendo assim, para determinar se uma incidência ocorreu nesse território, é necessário analisar os microdados das ocorrências através da descrição do local (bairro, nome do logradouro, numérica, complemento e referência) do fato. Desta maneira, são elaborados filtros com base nos logradouros ocupados em cada espaço territorial de UPP.Esses logradouros e seus trechos são definidos pela equipe de geoprocessamento do ISP em trabalho conjunto com o Comando de Polícia Pacificadora (CPP). É importante destacar que os dados só são computados se estiver claramente discriminado que ocorreu na área delimitada, ou seja, caso não haja como identificar o local do fato, a incidência não será contabilizada para a área coberta pela UPP.

Cabe destacar que, buscando contribuir com a análise temporal das incidências nas áreas consideradas, os dados de cada UPP serão retroagidos até janeiro de 2007, ano anterior ao início da Política de Pacificação. 

Os títulos aqui divulgados são os mesmos que constam nos Dados Oficiais (DECRETO Nº. 36.872 DE 17 DE JANEIRO DE 2005 e a RESOLUÇÃO SSP Nº. 760, DE 14 DE FEVEREIRO DE 2005), com exceção dos títulos “Prisões” e “Apreensão de crianças/adolescente”, pois o modelo de consolidação dos dados destes títulos não permitia distinguir as ocorrências em áreas de UPP, e, neste caso, é divulgado o título “Ocorrências com flagrante”. Tal recurso visa demonstrar o número de casos em que houve a condução de indivíduo(os) à Delegacia Policial em virtude de flagrante de prática de crime ou ato infracional.

Para outras informações sobre como são feitas as estatísticas pelo Instituto de Segurança Pública para o Estado do Rio de Janeiro em geral,  Clique aqui



 
  

Observações:
Nota explicativa referente às erratas em áreas de UPP





Visitantes: 517416
Tecnologia PRODERJ - Todos os direitos reservados